Prevenção de perdas: Entenda o que é PVPS e PEPS


Você conhece as metodologias de prevenção de perdas? Para empresas como padarias, supermercados, restaurantes e cafés, trabalhar essas estratégias é de extrema importância para o bem do negócio. Isso porque, a prevenção de perdas é o que organiza seu estoque. Desta forma, evita-se o desperdício e a perda de dinheiro em produtos que podem não ser vendidos.

No entanto, uma boa gestão de estoque pode ser um desafio. Ainda mais quando se está começando um negócio. Para ter resultados lucrativos é necessário entender o que é a prevenção de perdas e como aplicá-la a sua empresa.

Por isso, preparamos esse texto que te dará algumas dicas e informações para implementar esse sistema no seu negócio. Continue a leitura e saiba mais como gerenciar seu estoque, rendendo lucros e satisfação!

A importância da prevenção de perdas

Um estoque bem planejado é crucial para um bom negócio. Entre os principais resultados de uma má gestão está a perda da mercadoria, a perda de vendas e, consequentemente, clientes, além da necessidade de repor um estoque extra. Soma-se também a Segurança Alimentar. Pois, um estoque bem gerido evita que produtos vencidos ou estragados cheguem ao carrinho do cliente.

estoque-de-restaurante-organizado

É por isso que a prevenção de perdas é muito importante para seu negócio. Uma empresa precisa sempre inovar e estar em constante evolução com seus processos. E quando isso não acontece, erros no estoque e no armazenamento de produtos geram despesas com grande impacto na renda final do seu negócio.

Assim, ter um estoque bem organizado e investir na prevenção de perdas é importante para o crescimento da sua padaria, restaurante ou café. Isso porque, uma vez que você evita despesas operacionais com o estoque, esse valor passa a incrementar sua margem de lucro. 

PVPS x PEPS: as metodologias de prevenção de perdas

Antes de tudo, não existem apenas duas formas de gerir o seu estoque. Existem várias metodologias! No entanto, vamos citar aqui as duas mais populares e mais usadas pelas empresas e empreendedores.

É necessário analisar cada uma delas e identificar qual a mais adequada ao seu negócio. Ainda mais, porque cada uma delas pode variar dependendo do uso. E os resultados podem ser diferentes. Assim, antes de tirar do papel, você precisa trajar a melhor estratégia para sua empresa. 

chefe-de-cozinha-organizando-estoque-de-produtos

Aqui vamos falar da PVPS (primeiro a vencer, primeiro a sair) e da PEPS (primeiro a entrar, primeiro a sair).

PEPS

A PEPS é a metodologia “primeiro a entrar, primeiro a sair''. É mais utilizada em indústrias e distribuidoras de itens sem data de validade. Aqui a regra é clara: os produtos mais antigos devem sair primeiro que os mais novos em estoque. 

Para isso é necessário uma estrutura e controle físico dos materiais no estoque, em que os mais velhos são colocados à frente, garantindo que não haja dispensação de insumos. Para o empreendedor se organizar na prevenção de perdas usando essa metodologia, ele pode usar um controle com etiquetas que indiquem a data de entrada do produto. Isso é uma forma de visualizar os lotes e minimizar erros.

Uma das vantagens é que como os produtos mais velhos são dispensados primeiro, o registro dos insumos é feito segundo valor de compra e mantendo o valor do estoque sempre atualizado. Isso porque esse valor é calculado através de uma média de custos dos lotes. Por isso, a PEPS é a única aceita pela Receita Federal para apuração do valor do seu estoque e recolhimento de tributos. 

Essa lógica simples garante um custo operacional menor, além de permitir trabalhar com um estoque mínimo, uma vez que ela torna possível exercer um controle muito grande sobre o volume exato de itens estocados.

PVPS

A PVPS é a metodologia “primeiro a vencer, primeiro a sair”. É bastante usada por negócios que lidam com produtos de alta perecibilidade, como mercados, padarias e restaurantes. 

garota-escolhendo-produtos-na-prateleira-do-mercado

Aqui, o gerente do negócio organiza os produtos por data de validade. Os mais próximos do vencimento ficam dispostos com mais incidência e mais visíveis, à frente dos que possuem prazo maior. Aqui, não se leva em consideração a data de entrada dos lotes. Por isso, o produto A pode ficar na frente do produto B, mesmo que o produto B tenha sido comprado pelo estabelecimento há mais tempo. 

O objetivo é evitar o vencimento dos produtos. Ao organizar dessa forma, o empreendedor garante que não irá perder a venda, porque o produto ficou estragado, evitando a perda.

Entre as dicas para garantir um melhor controle, o gestor precisa utilizar planilhas, softwares de controle manual e visual, como etiquetagem de cores, por exemplo. Assim, será possível separar os produtos com datas de validades diferentes. Ainda, é necessário pensar em uma forma que privilegie a venda dos insumos. Seja com uma disposição mais chamativa ou com descontos no valor. 

Aqui, o valor do estoque é calculado por uma média ponderada, também aceita pela Receita Federal. Aqui só não é usada para cálculo de tributos, ao contrário da PEPS.

Processos e estratégias para prevenção de perdas

Para aplicar a prevenção de perdas é necessário criar estratégias. É preciso ter cuidado para inserir os novos processos dentro da sua empresa e sempre alertar a equipe das mudanças. É importante que você se pergunte quais são os processos já em aplicação, ouvir a opinião da equipe sobre a gestão. Uma conversa e uma reunião com os colaboradores aumenta o engajamento e também a aceitação de um processo de prevenção de perdas.

Para implantá-las, você precisa de um sistema que registre: a entrada de produtos, o armazenamento, a saída e também a falta de produtos. Uma dica é criar murais para controle do que entra e sai da empresa. Assim como também identificação das prateleiras e um mapa do estoque para que todos se achem.

Dependendo do porte do seu negócio, outras estratégias de prevenção de perdas podem ser adotadas. Elabore inventários e sistemas informatizados, use guias cegas para conferência de estoques com as notas fiscais, levante indicadores do seu negócio, assim como também treinar e incentivar a sua equipe. 

Essas são algumas práticas que vão fazer toda diferença no seu negócio!

Tenha um fornecedor parceiro

Manejar o estoque não é fácil. Mas fica tudo muito melhor ao ter um fornecedor que é parceiro e entenda a realidade do negócio. A Maria Maria Soluções em Food Service está há mais de 20 anos no mercado oferecendo produtos congelados e pré-prontos para o ramo alimentício.

Todos os nossos produtos são feitos com carinho. As embalagens possuem data de fabricação, validade e todas as informações nutricionais importantes, que ajudam no manejo do estoque. Ainda, os nossos clientes podem adquirir porções menores e com uma quantidade adaptada ao seu negócio. Conheça nosso cardápio e garanta um estoque de qualidade para seu negócio!


Mais Vistos

Prevenção de perdas: Entenda o que é PVPS e PEPS

Saiba Mais

A história dos Muffins: O bolinho inglês que conquistou o mundo

Saiba Mais

Os 10 salgados mais amados para festa no Brasil

Saiba Mais

Notícias mais vistas

Case

Prevenção de perdas: Entenda o que é PVPS e PEPS

Saiba mais

Case

A história dos Muffins: O bolinho inglês que conquistou o mundo

Saiba mais

Case

Os 10 salgados mais amados para festa no Brasil

Saiba mais